Publicado por: rivermom | fevereiro 9, 2011

Cartas, maldita invençāo !

Desculpa, não estou falando em cartas, aquelas que a gente leva um tempão para escrever a mão ultimamente desde que tudo virou mais fácil com os computadores, cá entre nós sinto falta delas…

Mas falando do assunto que me deixou como um vulcão explodindo de cabeça quente, estas malditas cartas são as cartas que as crianças gostam de brincar. Outro dia foram as cartas do Ben 10, hoje foram as cartas do DinoMaster e amanhã sabe lá do que será. Oh, maldita BANDAI (fabricante de brinquedos e dessas cartas).

Lembro que quando criança a gente trocava figurinhas, comprava na banca um envelopinho de 3 ou 5 e aí saia trocando as repetidas até encher o álbum. No meu tempo não tinha cartas, ou será que tinha mas era só coisa de menino ? Meu marido disse que colecionava cartas de jogadores de baseball nos EUA mas nós no Brasil não tínhamos cartas de jogadores de futebol, será que tinha ?

Hoje em dia são esses caracteres de TV que enchem nossa casa de supérfulos e brinquedos inúteis. Mesmo que os pais não comprem tem sempre as tias e os tios, fora os avos querendo agradar… Bom, um dia vai tudo pra caridade mesmo por isso não dou de mãe chata e deixo o pessoal dar o que quiser…

Já ví os meus meninos brigarem por brinquedo e isso o fazem o tempo todo mas nunca tinha visto os 2 brigarem por uma coisa por tão tanto tempo e nem com tanta feracidade. Me assutou ver o meu pequeno Rafa virar uma onça atacando o Niko com todas as garras, puxando e até querendo esmagar o pescoço por causa de umas cartas, um pedaço de papelão, acreditem ! As vezes ele ficava tranquilo mas na moita, só esperando o momento certo de atacar e pumba, explodia naquele momento uma guerra de tamanho e intensidade que faria até os EUA desistir de atacar com medo do retorno.

O Niko não atacava tão intensamente mas tinhas suas técnicas de esconder o “material bélico”. Logo o Rafa, com um radar mais esperto descobria  o esconderijo e atacava de súbito enquanto o Niko estava no banho ou brincando distraidamente com outra coisa. E eu pensava que o Rafa já estava com pensamento em outras coisas, que nada, ele se fazia de desligado somente. O Niko talvez já até tinha se esquecido do esconderijo mas foi só ver o inimigo se aproximar do esconderijo que ele ia se defender.

Dois animais irracionais, isso sim, e tudo por causa destas cartas !

Começou que eles insistiram que queriam as cartas do Ben 10 que todos os amiguinhos tinham. Acabei comprando 1 caixa, assim eles poderiam brincar do jeito que eu brincava, trocando as que não tinham com os amigos. Esperava que eles pudessem dividir as cartas da primeira caixa. Que nada, as cartas tinham numeros e codigos dizendo quais as que valiam mais e os dois queriam as cartas mais forte, por que não ? E a briga começou na hora de dividir o bolo.

Por dois dias eu resistí, mesmo tendo de ouvir os gritos de guerra de cada lado. Até que dois dias depois eu desistí, fui comprar mais uma caixa dessas cartas, assim ficaria uma caixa para cada um.

Quem disse que ganhei paz com isso ? Muito pelo contrário, a guerra triplicou pois cada caixa tem cartas diferentes e eles continuaram brigando pelas cartas mais fortes. No final as caixas ficaram completamente misturadas e já não se sabia de quem era o bolo.

Dois dias depois que cada um ganhou uma caixa veio a paz. Não que eles encontraram a solução, mas porque ambos perderam o interesse ! Eu passava a vassoura por cima das cartas no chão ameaçando jogá-la no lixo e ninguém vinha reclamar ! Que insulto, e eu paguei uma nota por cada caixa !

Ontem o Niko voltou pra casa feliz da vida. Um amigo tinha dado pra ele um bolo de cartas, não do Ben 10, agora era a do DinoMaster (não me perguntem o que é). Aparentemente os amiguinhos do Rafa tambem tem mas ninguém foi generoso com ele a ponto de dar pra ele as cartas. O Niko, feliz, esbanjava as cartas do DinoMaster e o Rafa pediu pra ver mas o Niko nem deixou ele tocá-las com medo de não serem devolvidas. E com razão, duvido que o Rafa fosse mesmo devolvê-las !

“Se não quer dividir não mostra !”, adiantava eu falar ?

E assim começou mais uma batalha, agora a do DinoMaster. Hoje, o segundo dia da batalha já começou bem cedo, antes de irem para a escolinha. Foi só o Rafa ver que o Niko colocou na bolsa da escola. Não tardou muito o Rafa encontrou um meio de “roubar” da bolsa do irmão. Assim, antes de sair de casa para a escola meu dia de paz já tinha terminado…

Sei que quando eles voltarem da escola hoje a batalha continua. Mas desta vez não vão mais me enganar. Não compro nenhuma caixa de cartas. Se uma não resolveu e depois duas também não resolveram, melhor que não tenham nenhuma ! E se continuarem a brigar pelas cartas que o Niko ganhou do amiguinho ele vai ter de devolvê-las, ou pelo menos elas NÃO entram em casa !

Com isso espero ter aprendido a lição. Bom, pelo menos EU acho que aprendí.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: